NBA 2013\2014 #37

Tardio. Para quem não tenha visto em directo na madrugada de domingo para segunda, aqui fica.

2. Passado que está o all-star game, vem aí o deadline day. O “mercado” de trocas fecha no dia 21. Nos últimos dias, a liga tem assistido à plantação de vários rumores e às declarações de interesses de várias equipas. Algumas tentam desfazer-se de jogadores que terminam contrato no verão para poderem ganhar alguma coisa com eles ou poderem livrar salários do seu cap de forma a poderem atacar jogadores livres em Julho enquanto outras ainda procuram uma mais-valia para o seu plantel. Eis a análise aos rumores que tenho visto nos últimos dias:

2.1 O Hangtime publicou há minutos que Sacramento Kings e Brooklyn Nets estão em negociações avançadas tendo em vista a troca do base Marcus Thornton pelo SG Jason Terry e pelo poste Reggie Evans.
A mesma fonte referiu que a equipa de Sacramento também está a negociar Jimmer Fredette com várias equipas.

2.2 – Regresso a Nova Iorque?

Lin

Jeremy Lin poderá voltar à casa que o viu despontar para a liga na época 2011-2012. O Hangtime não afirma para já se os Knicks apresentaram alguma oferta aos Houston Rockets para fazer regressar o base. Durante esta temporada, foi notória a ausência de um base organizador de jogo na equipa de Nova Iorque. Lin encaixa bem no perfil desejado para a posição pela equipa de Nova Iorque. Poderão estar aqui a preparar o futuro, já que esta temporada está irremediavelmente perdida.

2.3 – Utah gostaria de contar com Rajon Rondo quando o base regressar de lesão. Os Celtics estão interessado em Gordon Hayward. O base dos Jazz é insuficiente para os Celtics. Há um rumor que afirma que os Celtics ofereceram Jeff Green aos Celtics na troca por Hayward e escolhas de draft, proposta que foi rejeitada pelos Jazz pelo simples facto de não estarem interessados no extremo da equipa de Boston.

2.4 Dalton Russell escreve na Yahoo Sports (sports.yahoo.com/news/chicago-bulls-eyes-thunder-39-russell-westbrook-derrick-163900222–nba.html) a possibilidade de Chicago avançar para a contratação de Russell Westbrook enquanto Derrick Rose recupera de lesão. Este rumor não tem fundamento porque:

  • Depois da troca de Luol Deng, as contas de Chicago estão a ser feitas ao cêntimo para a equipa poder evitar o 2º ano consecutivo a pagar luxury tax. Pagando luxury tax nesta e na próxima época, a equipa de Chicago seria penalizada com mais impostos. O motivo que levou à troca com os Cavs foi precisamente a necessidade de salvaguardar a possibilidade de não pagar luxury tax esta época para poder limpar o “histórico” na próxima e, assim poder ultrapassar o tecto salarial máximo imposto pela liga nas próximas 2 épocas sem haver direito a penalização. Creio portanto que a possível contratação de Russell Westbrook por um pacote salarial nunca inferior a 100 milhões de dólares por 5 temporadas ou 80 milhões por 4 temporadas iria anular por completo a estratégia delineada na troca de Deng.
  • Derrick Rose continua a ser a aposta da equipa apesar das lesões. Não faria sentido nenhum contratar Russell Westbrook para jogar apenas por uns meses na equipa. DJ Augustin entrou muito bem na equipa. Perante a possibilidade da equipa não renovar com Kirk Hinrich no final da temporada, o base deverá ser brindado com uma proposta de renovação até 8 milhões de dólares por 2 temporadas (4M\época) para ser o titular da equipa na próxima temporada até à re-inserção de Rose e 6th man quando o #1 reassumir a sua posição. Resta saber que se alguém na liga estará na disposição de lhe dar melhores condições salariais e o estatuto de titular.
  • Os Thunder não irão abdicar de uma das suas maiores estrelas por tuta e meia. Se existir algum interesse da equipa de Oklahoma num jogador de Chicago, só poderá ser em Joakim Noah visto que seria a master pièce no 5 base de Oklahoma City. O francês é neste momento inegociável para Chicago.

love

2.5 – Os Dallas Mavericks poderão estar a preparar uma investida sobre Kevin Love dos Minnesota Timberwolves. Vários rumores tem afirmado que o poste poderá juntar-se aos Lakers no final do seu contrato com os Wolves ou seja, em 2015\2016. Os Lakers poderão antecipar esse cenário caso apresentem uma boa proposta à equipa do Estado de Minnesota na próxima época. Até lá, não dispõe de qualquer elemento sob contrato capaz de satisfazer as pretensões dos Timberwolves. O dinheiro não parece ser problema para Mark Cuban. O problema põe-se quanto ao pacote de jogadores que Dallas poderá oferecer aos Wolves sabendo que estes não irão querer a ficar a perder no negócio. Se Vince Carter e Shaun Marion são demasiado velhos para encaixar no “modelo jovem” composto pela equipa de Mineapolis, outros jogadores que poderão ser oferecidos como Monta Ellis ou o base Calderón não interessam à equipa visto que seriam jogadores demasiado caros para estarem tapados pelos titulares da equipa (Kevin Martin e Ricky Rúbio respectivamente).

2.6 – O Bleacher Report avança que, mês e meio depois de ter sido contrato pelos Cavs, Luol Deng poderá ser trocado ou mesmo dispensado pela equipa de Cleveland.Como Luol Deng se irá tornar free-agent no final da temporada, os Cleveland Cavaliers temem não ter capacidade financeira para segurar o extremo em Cleveland. Como tal, poderão testar já as ofertas de eventuais interessados no jogador.

3. Análise

Bleacher Report – Adam Fromal sobre o rookie de Milwaukee Gianni Antetokounmpo. Facto incrível mencionado sobre a evolução do jovem de 19 anos na equipa de Milwaukee foi o crescimento (em altura) obtido nos meses em que está com a equipa.

4. Injury Depot

4.1 Tony Parker – San Antonio Spurs – 2 jogos – lesão no queixoApesar da ausência do base, os Spurs venceram os Los Angeles Clippers esta madrugada no Stapples Center num jogo em que Tim Duncan fez 17 pontos, 7 assistências e 13 ressaltos e o italiano Marco Belinelli voltou a confirmar o seu melhor momento da temporada com 20 pontos.

4.2 LaMarcus Aldridge – Portland Trail Blazers – 1 semana.

4.3 – Isaiah Thomas – Sacramento Kings – indeterminado.

4.4 Dion Waiters – Cleveland Cavaliers – indeterminado.

5. Extra-NBA.

A TNT colocou um dos seus actuais comentadores, o antigo basquetebolista Charles Barkley a entrevistar o presidente Norte-Americano Barack Obama. Aqui fica um excerto da entrevista na qual o comentador e o presidente falaram sobre Basquetebol e Política.

Anúncios

Desportos de Inverno #5

Desfile das delegações no Estádio Olímpico de Sochi:

sochi 2

russia putin

Vladimir Putin e o secretário-geral da ONU Ban-Ki Moon aplaudem a entrada da delegação Russa.

Jamaica

A Jamaica volta a competir no Bobsleigh. A delegação Jamaicana foi recebida com uma enorme salva de palmas no Estádio Olímpico de Sochi.

US Team

A extensa comitiva Norte-Americana.

Mexico

O porta-estandarte da comitiva Mexicana aos Jogos, o príncipe Hubertus Von Hohenlowe-Langenburg de 55 anos. O mexicano é o atleta mais velho presente nos Jogos. Irá competir pela 6ª vez nos Jogos Olímpicos no Slalom e Slalom Gigante.

alemanha

A comitiva Alemã marcou a diferença pelas vestes usadas no desfile.

Irão

Comitiva do Irão.

arthur Hanse

A delegação portuguesa com Arthur Hanse como porta-estandarte. O esquiador fez questão de publicar na sua página de facebook o momento emocionante da recepção feita pela Organização à Comitiva Portuguesa na aldeia Olímpica.

camille

3 anotamentos finais:

1. O 3º regresso à competição de Janne Ahonen.

Janne Ahonen

O esquiador volta pela 3ª vez à competição nos Jogos Olímpicos de Sochi. Já o tinha feito em Vancouver 2010. Ahonen ainda tem a ténue esperança de ganhar uma medalha de ouro, a única que falta ao seu extenso currículo de 2 medalhas de prata (por equipas nos Jogos de Salt Lake City em 2002 e Turim em 2006) 5 medalhas de ouro em Mundiais, 8 medalhas de prata, 4 de bronze, 36 vitórias em etapas da Taça do Mundo e 2 vitórias na Classificação Geral da Taça do Mundo.

2. Noriaki Kasai e Takanobu Okabe

Noriaki Kasai

Noriaki Kasai.

okabe

Takanobu Okabe.

Exemplos de longevidade. O primeiro tem 41 anos, está na sua 7ª participação olímpica e já foi medalha de prata nos Jogos de Lillehammer em 1994. O segundo tem 43 anos e está na sua 8ª participação olímpica e já foi prata em Lillehammer na prova por equipas do trampolim longo e Ouro em Nagano na mesma prova. Irão competir nas provas individuais e nas provas por equipas. Nas provas individuais não serão candidatos às medalhas mas nas provas por equipas podem conseguir um resultado dentro das 5 primeiras, principalmente no trampolim longo, prova onde os Japoneses são grandes especialistas.

3. As “condições” em que decorrem os jogos.

Muito se tem escrito nos últimos dias sobre as condições oferecidas às comitivas na aldeia olímpica por parte da organização bem como sobre as ameaças que pendem sobre estes jogos.

O primeiro celeuma levantado pela comunidade internacional prendeu-se com a aprovação por parte do presidente Vladimir Putin do decreto que proíbe e criminaliza a homossexualidade na Rússia. Vários chefes-de-estado comunicaram que não iam marcar presença na cerimónia de abertura dos Jogos. Várias vozes chegaram a pedir o boicote aos Jogos.

Várias também foram nos últimos dias, as ameaças terroristas proferidas pelos líderes dos grupos separatistas do Daguestão.

Já não seria a primeira vez que um grupo deste calíbre aproveita um evento desportivo (tão mediático) para dar visibilidade à sua luta através do terror.

A possibilidade destes ou de outros grupos terroristas executarem um ataque terrorista em Sochi durante os jogos aumentou, facto que levou a Agência Nacional de Transportes Norte-Americana a proibir o transporte de liquidos e pastas de dentes em todos os voos comerciais entre território norte-americano e território russo visto que podem ser fácil esconderijos para a colocação de dispositivos bombistas.

O próprio presidente Norte-Americano Barack Obama mostrou-se confiante quanto às medidas de segurança dispostas pelas autoridades russas.

Outras notícias afirmam as más condições existentes na cidade e na aldeia olímpica.

O Público notícia hoje que em Sochi ficou muito por fazer apesar do facto da organização russa ter sido a mais cara organização de uns Jogos Olímpicos de Inverno com um valor recorde de 50 mil milhões de dólares.

O New York Times noticiou ontem que as autoridades russas trataram de fazer desaparecer todos os cães vádios da cidade.

À TSF, o chefe da missão Portuguesa Pedro Farromba afirmou que as condições encontradas pela comitiva portuguesa na aldeia olímpica são satisfatórias, realçando que os membros da organização estão a esforçar-se para que nada falte às delegações na sua estadia em Sochi.