Constatação do dia

Ontem, o Fernando Seara, indivíduo sem qualquer ligação na actualidade às mais altas instâncias que gerem o nosso futebol, já sabia que ia ser Olegário Benquerença a apitar o clássico de domingo.

E se eu vos disser que as ordens de comando que tem sido dadas a alguns membros do Conselho de Arbitragem da FPF nos últimos dias determinam que o “Sporting seja gamado indecentemente até ao final da temporada”?

Anúncios

2 thoughts on “Constatação do dia

  1. … e vai daí o Bruno de Carvalho aparece com uma conferência de imprensa a apelar ao “inconformismo” dos sportinguistas, que é como quem diz “Pessoal. o Benquerença é gajo para nos lixar” ! 🙂
    P.S. Não é uma constatação. é uma suposição ! 🙂

    • exacto, foi tudo feito e pensado ao mais ínfimo pormenor… tipo, o atraso do Fernando. Ou aquela versão das escutas em que o presidente do Porto e o director de um dito jornal, o do pato, combinavam o estrategema que o Deco iria utilizar para não ser castigado, estrategema essa que envolvia a rejeição pública de uma convocação para a selecção portuguesa. Ou aquele esquema utilizado pela máquina do Vieira na rejeição de árbitros para os jogos do Benfica. “Sim, manda o João Ferreira, porque o João Ferreira é dos bons”. Admitam: o homem dá-vos comichão porque fala. O homem dá-vos comichão porque tenta ser sério e apresenta propostas sérias que podem tornar o futebol português sério. Quando os presidentes do Sporting ficavam caladinhos, o Sporting era um subserviente de outros grandes, era um clube de mansos. Quando defende os interesses do clube dele, é um “burro de Carvalho”… Analisem bem a sociedade portuguesa e cheguem à conclusão do que ela é hoje. A sociedade portuguesa é o que é hoje porque os portugueses são hipócritas, são cábulas. Toda a gente usa e abusa das cunhas e das influências que tem. O mercado de trabalho está cheio de cábulas. Cheio de quadrados. Cheio de pseudo-técnicos sem quaisquer habilitações e skills para as funções que desempenham. Toda a gente está caladinha para não arranjar problemas. Já cantava o mítico José Mário Branco “trabalha filho, trabalha. A tua política é o trabalhinho” – haja muita paciência para ver e aturar isto…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s