NBA 2013\2014 #42

1. No rescaldo dos 61 pontos de LeBron James (recorde de carreira e da história do próprio franchise):

22 field goals em 33 tentativas. Eis os spots:

james

Para quem não é um triplista nato mas vem a melhorar muito nas últimas épocas nesse sentido, os 8\10 realizado ontem beyond the arc é assustador, principalmente os 6\7 daquela posição mais à esquerda.

2. Bulls @ Brooklyn Nets

Prefiro atribuir a desastrosa exibição dos Bulls ontem no Barclays Center ao cansaço. A equipa vinha de 4 vitórias bem suadas frente a Hawks (fora 107-103), Warriors (casa 103-83), Mavericks (100-91 fora) e Knicks (casa 109-90). Denominador comum a todas essas vitórias foram as prestações dos dois postes (Noah com 2o pts e 12 ressaltos frente aos Hawks e 12 pontos, 13 ressaltos e 14 assistências; record de franchise para um poste; 5th triplo-duplo da carreira para Noah, frente aos Knicks; Taj Gibson com 21 pontos frente aos Warriors e 20 pontos e 15 ressaltos contra os Mavs; vindo do banco em ambos os jogos).

Ontem não pudemos assistir nem à boa exibição de um nem à boa exibição de outro. Com um fantástico Joe Johnson do outro lado (19 pontos\7\11 fgs e 3\4 em triplos) a exibição dos Bulls foi um desastre. A equipa cometeu 28 turnovers durante a partida, número que por si só aniquila qualquer hipótese de uma equipa de basquetebol vencer uma partida. Péssimos no capítulo do passe, péssimos a gerir o tempo de ataque, péssimos nas recepções, a cometer muitas faltas na defesa, os Bulls entregaram o jogo de mão beijada aos Nets que, por sua vez, também não fizeram um jogo por aí além na ausência de Kevin Garnett.

3. Duas notícias interessantes:

Steve Nash

Steve Nash não deverá jogar mais esta temporada. Fim de carreira à vista?

Steve Nash 2

jabbar

2.2 Steve Aschburner afirma no Hangtime que Kareem Abdul-Jabbar está a ponderar adquirir parte dos Milwaukee Bucks para terminar com a especulação em torno do futuro do franchising.Jabbar jogou os seus primeiros 6 anos da carreira em Milwaukee.

3. Antevisão da free-agency:

  • Indiana Pacers

Lavoy Allen, Rasual Butler e Orlando Johnson deverão ser jogadores livres durante o verão. Donald Sloam tem team option na ordem do milhão de dólares que deverá ser exercida

Andrew Bynum também não tem contrato para 2014\2015 mas a renovação deste será equacionada só no final da temporada pela equipa de Indianápolis.

Lance Stephenson termina contrato e é o único dossier no qual a equipa terá que ter algum cuidado. Stephenson já afirmou que qualquer mais qualquer coisa do que um contrato de 15 milhões de dólares por temporada. Poderá ser um dos free-agents mais cobiçados do verão. Indiferentemente do que proponha ao jogador, Indiana estará sempre acima do tecto salarial previsto visto que já tem cativos 63 milhões para a próxima temporada. Contudo, quanto mais oferecer ao jogador irá subir as penalizações a pagar pela equipa de Larry Bird.

  • LA Clippers

Willie Green tem team option mas não é nem de perto nem de longe um jogador fulcral na manobra da equipa. Ryan Hollins também se poderá tornar free-agent. Não são dossiers que tirem do sério os dirigentes da equipa.

  • LA Lakers

Pau Gasol, Chris Kaman, Jordan Hill, Jodie Meeks, Chris Duhon, Marshon Brooks, Jordan Farmar, Xavier Henry, Wesley Johnson e Kent Bazemore não tem contrato assegurado.

Nick Young tem player option e deverá continuar em Los Angeles a não ser que alguém lhe ofereça mais dinheiro ou um lugar no 5 titular. Os Lakers tem team option sobre Kendall Marshall e deverão exercê-la visto que o jogador tem jogado a alto nível e é até um dos melhores ao nível de assistências da liga com 9.4. Com estes dois, os Lakers tem 5 jogadores sob contrato para a próxima temporada. É praticamente certo que Jordan Hill, Jodie Meeks e Jordan Farmar renovem o que perfaz 8 jogadores. Os restantes 5 virão do draft, estando a equipa de LA em posição para ir buscar um top-5 garantidamente na 1st pick e na free-agency, onde a equipa irá querer reconstruir a equipa com algumas unidades que acrescentem valor e possam ajudar ao regresso de Kobe Bryant ao mais alto nível. Os Lakers terão 18 milhões (até ao tecto salarial) para gastar na próxima temporada.

Os Lakers irão esperar pelo verão para ver com quem é que podem reconstruir a sua equipa.

Certo é que Pau Gasol deverá mudar de ares. A família Buss bem tentou no passado mês de Fevereiro por o espanhol a andar para Phoenix por troca com Okafor mas a equipa de Phoenix acabou por roer a corda. O mesmo deverá acontecer também com Chris Kaman, Chris Duhon, Marshon Brooks, Xavier Henry, Wesley Johnson e Kent Bazemore.

  • Memphis Grizzlies

Mike Miller, Fab Melo, James Johnson, Nick Calathes, Beno Udrih (dispensado pelos Knicks nos últimos dias, assinou pela equipa de Memphios) não tem contrato previsto para a próxima época.Creio que apenas o grego irá renovar porque é visto como um jogador de futuro dentro da equipa e visto que no próximo ano a equipa não só estará acima do tecto salarial máximo como ainda tem várias questões para resolver ao longo da temporada. O regresso de Mike Miller não correspondeu às expectativas idealizadas pelos dirigentes de Memphis e Beno Udrih está claramente só de passagem.

Além do mais, para o ano os Grizzlies tem um cap subscrito de 64 milhões e ainda terão que lidar com a renovação ou não de Zach Randolph.

  • Miami Heat

Player options serão activas pelas grandes estrelas da companhia. Bosh, Wade, James e Haslem irão renovar os seus respectivos contratos mais tarde ou mais cedo. O mesmo deverá acontecer com o base Mario Chalmers e Shane Battier.

Ray Allen termina contrato, não se sabendo para já se irá renovar por mais 1 ano ou se irá terminar carreira. O jogador de 38 anos ainda não se pronunciou publicamente sobre o seu futuro.

Toney Douglas, James Jones deverão ser jogadores livres no próximo verão.

Por resolver continuarão os casos de Greg Oden (depois do período de recuperação à qual o jogador de 26 anos foi sujeito pela equipa, já alinhou 14 partidas esta temporada e está a ser inserido dentro da rotação da mesma) estando os dirigentes de South Beach à espera de observar até onde é que Oden é capaz de ir…

Michael Beasley deverá renovar com a equipa de Miami visto que foi inserido com algum exito dentro da rotação da equipa.

to be continued…

4. Stephen Curry vs Mark Jackson

Jogador e treinador entraram numa paródia numa sessão de treinos da equipa e o antigo jogador dos Knicks, Clippers, Pacers, Nuggets, Raptors, Jazz e Rockets, rookie of the year de 1988, desde 2011 o treinador da equipa de Oakland, provou que mesmo aos 49 anos ainda dava uma perninha na NBA como lançador de canto.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s