NBA 2013\2014 #40

NBA 3

Começo a gostar disto. Da atitude em campo e da moral em alta. Desde que Deng foi trocado que os Bulls não param de crescer. As lesões terminaram e os jogadores começaram a ganhar forma. Tom Thibodeau não só recusou-se a fazer tanking como moralizou imenso os jogadores a darem tudo aquilo que tem para provar a muito boa gente que mesmo sem Deng e Rose, o 5 de Chicago ainda deve ser olhado com respeito. A equipa reaprendeu novamente a jogar sem Rose. Para isso também contribuiu a contratação de DJ Augustine. O errático e inconstante basquetebol dos Bulls ganhou ordem. Ganhou alguém que pensa o jogo e também é capaz de marcar os seus triplos. Joakim Noah voltou à sua grande forma e está a adicionar um dado novo: a sua capacidade de passe, tanto para o jogo exterior dos companheiros (Augustine, Hinrich, Butler, Dunleavy) como para a agora habitual jogada de corte nas costas do defensor de Taj Gibson. Jimmy Butler tem melhorado a olhos vistos no lançamento de 3 pontos, Taj Gibson tem melhorado imenso no tiro exterior. Há uns meses atrás, toda a gente criticava Mike Dunleavy por este fazer penetrações ao cesto. Diziam alguns até que lhe estava a ser pedido fazer o seu papel e o papel de Nate Robinson e Mike Belinelli. Hoje, Dunleavy vai debaixo do cesto tranquilamente e executa esta papel. A defesa agressiva, característica da equipa na em 2010\2011 e 2011\2012 voltou a aparecer. Tom Thibodeu está claramente de parabéns. Nota-se a evolução da equipa e o dedo do treinador e do seu staff nesta mesma evolução.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s