F1 2014 #7

Senhoras e senhores preparem-se que os treinos acabaram e as coisas agora vão ficar mais sérias. Hoje cumpriu-se precisamente a derradeira jornada de treinos oficiais marcados pela FIA para a pré-temporada da F1 (os anteriores podem ser vistos aquiaquiaqui e aqui).

Os testes possíveis à aerodinâmica estão concluídos, os motores estão ajustados (pelo menos tanto quanto possível) e os pneus prometem dar menos problemas que na época anterior, no entanto e como temos vindo a acentuar dia após dia dos vários treinos podemos dizer que os maiores problemas estarão ao nível do motor (no caso dos motor Renault especialmente).

Desta conclusão das jornadas de treinos podemos então afirmar que Mercedes, Ferrari, Williams, McLaren e Force India encontram-se claramente em posição de começar o campeonato na melhor forma, que o diga Alonso (hoje fez o terceiro tempo do dia), que está simplesmente motivado e bastante confiante visto que a Ferrari não conseguia resultados tão consistentes para o início de época desde os tempos em que Raikkonen havia sido campeão. No entanto claro que também têm tido os seus problemas e correcções a fazer, mas à entrada para o dia de ontem já todos se congratulavam que os ajustes estavam feitos e a equipa pronta para iniciar as corridas a doer.

Alonso

 

Por outro lado a Mercedes pode também sentir-se bastante confiante, pois tanto Hamilton como Rosberg mostraram que o carro tem tudo para conseguir os melhores resultados possíveis, consegue ser estável, fiável e rápido, aparentemente e apesar de problemas pontuais tudo indica que nas primeiras corridas a luta será entre estas duas equipas. Prova disso foram os bons resultados de Rosberg nas sessões anteriores e hoje a fechar o excelente resultado de Hamilton.

Hamilton

 

Logo no pódio dos campeões desta pré época aparece claramente a Williams, quase ao mesmo nível da Force India e McLaren, mas ainda uns furos acima. Massa trouxe o conhecimento e a experiência e Bottas é um corredor de sangue frio. Ambos fizeram bons testes e conseguiram aparecer sempre a intrometer-se no meio dos anteriores com bons tempos, com menos voltas é certo, mas com resultados que adoçam a boca de qualquer um e que criam bastante expectativa. Hoje o finlandês conseguiu mesmo o segundo tempo do dia e uma rodagem de 108 voltas, o que prova que tudo parece estar pronto.

De seguida diria que McLaren e Force India se igualam, Sergio Perez conseguiu os melhores resultados para a Force India, mas Hulkenberg também fez a sua parte e conseguiu manter o nível sempre perto dos lugares cimeiros (hoje foi quarto) e dão esperanças a esta equipa que já o ano passado se vinha a evidenciar na parte final da época. Por outro lado a McLaren (hoje defraudou, mas nos restantes treinos mostrou melhores indicadores) mostrou-se melhor durante o treino de Jerez e parte do primeiro fim de semana no Bahrein, mas depois estabilizou e decaiu um pouco os resultados, no entanto Kevin Magnussen mostrou capacidade para conseguir em conjunto com Button fazer melhor do que aquilo que já vimos no passado.

Os casos mais bicudos e preocupantes aparecem nas restantes equipas. Por um lado RedBull e Lotus desapontaram bastante, em parte pelo facto de os seus motores terem sido bastante problemáticos desde início. No caso particular da RedBull hoje até conseguiu melhor que o anterior melhor dia (tinha sido na sexta-feira passada com Ricciardo), mas ainda assim Vettel não se livrou de azares e hoje logo na sessão da manhã um dos travões rebentou e forçou à paragem do campeão, mas de tarde este conseguiu voltar à pista e melhorar o resultado de Ricciardo em termos de voltas obtendo um novo máximo (77 voltas) o que ainda é fraco.

No caso da Lotus nada tem sido favorável e depois de resolverem os problemas de motor apareceram problemas na caixa de velocidades e problemas ao nível electrónico. O mais afectado foi Grosjean, já ontem tinha sofrido com isso e hoje voltou a ter uma prestação muito baixa, valendo-lhe o último tempo do dia e apenas 32 voltas realizadas.

Das restantes equipas a Sauber conseguiu resultados medianos que não lhe chegam para ambicionar muito, mas a qualidade de Sutil e Gutierrez nota-se e dá para pelo menos pontuar nalgumas provas, a Toro Rosso também se equipara a esta Sauber, mas Jean Eric Vergne e Danill Kvyatt de longe têm a qualidade dos outros dois. Quanto aos resultados foram todos abaixo do sexto tempo.

Por fim, as equipas da cauda do pelotão, Marrussia e Caterham, a primeira tem surpreendido, especialmente através de Jules Bianchi, com bons tempos em comparação com os restantes do mesmo nível, mas Max Chilton não mostra tanta regularidade e segurança como o Francês. A Caterham ainda obteve um bom dia com o experiente Kobayashi e outro com Marcus Ericsson, no entanto nada de melhor que este aperitivo se perspectiva.

Os dados estão agora lançados, veremos se na primeira corrida do ano em Melbourne as tendências se verificam ou se os resultados obtidos nesta pré época são meramente indicativos.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s