Os discursos dos treinadores também ganham jogos

Huub stevens

Desde há uns anos para cá, os discursos adoptados pelos treinadores nas conferências de imprensa assumiram uma preponderância interessante no rendimento das equipas. A partir do discurso do treinador, este poderá aliviar a pressão em torno da equipa quando esta obtem maus resultados, moralizar os seus jogadores ou simplesmente passar recados para dentro do plantel quando algo estiver a correr mal, facto que deve ser feito sem que estes caiam na falta de senso de vir a público lavar roupa suja que será aproveitada pela imprensa para causar mais instabilidade dentro dos clubes e dos planteis.

A forma como encaram a relação com a imprensa é dispar entre vários treinadores europeus bem como os resultados obtidos através dos seus discursos: Mourinho é um showstopper e faz das suas conferências de imprensa uma delícia para todos os profissionais da comunicação social. Quando provoca outro treinador ou uma equipa em específico, costuma dar-se mal e o tiro acaba sempre por sair pela culatra. Quando ataca publicamente um jogador, ganha nele um autêntico inimigo. Foi o que aconteceu com Iker Casillas na temporada passada. Quando é provocado por outro treinador, é quando se sente mais confortável. Já Pep Guardiola raramente perde a postura e o equilíbrio nas conferências de imprensa, limitando-se quase sempre a um discurso equilibrado, facto que gera equilíbrio dentro do plantel que está a orientar. Já Jurgen Klopp do Borussia de Dortmund vai do 8 ao 80 no seu estilo agressivo, tanto no discurso como na forma como gere o seu plantel, não se coibindo de atacar publicamente os seus jogadores quando as coisas não correm bem dentro da equipa.

Ontem, o treinador do PAOK Huub Stevens, conhecido como um treinador altamente disciplinador, referiu, na conferência de imprensa de antevisão à partida de hoje que “se pudesse jogar com 14 jogadores para travar o Benfica” não hesitava. Este é um daqueles discursos que arrasa por completo um plantel. A perder por 1-0 na eliminatória, Stevens passou um atestado de incompetência ao seu plantel e de certa forma deu-se como vencido antes do jogo se realizar.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s