Desportos de Inverno #5

Desfile das delegações no Estádio Olímpico de Sochi:

sochi 2

russia putin

Vladimir Putin e o secretário-geral da ONU Ban-Ki Moon aplaudem a entrada da delegação Russa.

Jamaica

A Jamaica volta a competir no Bobsleigh. A delegação Jamaicana foi recebida com uma enorme salva de palmas no Estádio Olímpico de Sochi.

US Team

A extensa comitiva Norte-Americana.

Mexico

O porta-estandarte da comitiva Mexicana aos Jogos, o príncipe Hubertus Von Hohenlowe-Langenburg de 55 anos. O mexicano é o atleta mais velho presente nos Jogos. Irá competir pela 6ª vez nos Jogos Olímpicos no Slalom e Slalom Gigante.

alemanha

A comitiva Alemã marcou a diferença pelas vestes usadas no desfile.

Irão

Comitiva do Irão.

arthur Hanse

A delegação portuguesa com Arthur Hanse como porta-estandarte. O esquiador fez questão de publicar na sua página de facebook o momento emocionante da recepção feita pela Organização à Comitiva Portuguesa na aldeia Olímpica.

camille

3 anotamentos finais:

1. O 3º regresso à competição de Janne Ahonen.

Janne Ahonen

O esquiador volta pela 3ª vez à competição nos Jogos Olímpicos de Sochi. Já o tinha feito em Vancouver 2010. Ahonen ainda tem a ténue esperança de ganhar uma medalha de ouro, a única que falta ao seu extenso currículo de 2 medalhas de prata (por equipas nos Jogos de Salt Lake City em 2002 e Turim em 2006) 5 medalhas de ouro em Mundiais, 8 medalhas de prata, 4 de bronze, 36 vitórias em etapas da Taça do Mundo e 2 vitórias na Classificação Geral da Taça do Mundo.

2. Noriaki Kasai e Takanobu Okabe

Noriaki Kasai

Noriaki Kasai.

okabe

Takanobu Okabe.

Exemplos de longevidade. O primeiro tem 41 anos, está na sua 7ª participação olímpica e já foi medalha de prata nos Jogos de Lillehammer em 1994. O segundo tem 43 anos e está na sua 8ª participação olímpica e já foi prata em Lillehammer na prova por equipas do trampolim longo e Ouro em Nagano na mesma prova. Irão competir nas provas individuais e nas provas por equipas. Nas provas individuais não serão candidatos às medalhas mas nas provas por equipas podem conseguir um resultado dentro das 5 primeiras, principalmente no trampolim longo, prova onde os Japoneses são grandes especialistas.

3. As “condições” em que decorrem os jogos.

Muito se tem escrito nos últimos dias sobre as condições oferecidas às comitivas na aldeia olímpica por parte da organização bem como sobre as ameaças que pendem sobre estes jogos.

O primeiro celeuma levantado pela comunidade internacional prendeu-se com a aprovação por parte do presidente Vladimir Putin do decreto que proíbe e criminaliza a homossexualidade na Rússia. Vários chefes-de-estado comunicaram que não iam marcar presença na cerimónia de abertura dos Jogos. Várias vozes chegaram a pedir o boicote aos Jogos.

Várias também foram nos últimos dias, as ameaças terroristas proferidas pelos líderes dos grupos separatistas do Daguestão.

Já não seria a primeira vez que um grupo deste calíbre aproveita um evento desportivo (tão mediático) para dar visibilidade à sua luta através do terror.

A possibilidade destes ou de outros grupos terroristas executarem um ataque terrorista em Sochi durante os jogos aumentou, facto que levou a Agência Nacional de Transportes Norte-Americana a proibir o transporte de liquidos e pastas de dentes em todos os voos comerciais entre território norte-americano e território russo visto que podem ser fácil esconderijos para a colocação de dispositivos bombistas.

O próprio presidente Norte-Americano Barack Obama mostrou-se confiante quanto às medidas de segurança dispostas pelas autoridades russas.

Outras notícias afirmam as más condições existentes na cidade e na aldeia olímpica.

O Público notícia hoje que em Sochi ficou muito por fazer apesar do facto da organização russa ter sido a mais cara organização de uns Jogos Olímpicos de Inverno com um valor recorde de 50 mil milhões de dólares.

O New York Times noticiou ontem que as autoridades russas trataram de fazer desaparecer todos os cães vádios da cidade.

À TSF, o chefe da missão Portuguesa Pedro Farromba afirmou que as condições encontradas pela comitiva portuguesa na aldeia olímpica são satisfatórias, realçando que os membros da organização estão a esforçar-se para que nada falte às delegações na sua estadia em Sochi.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s