Bidone D´Oro #13

Derbys são derbys. Em qualquer parte do mundo. Significam paixão, hegemonia futebolística numa determinada cidade, rivalidade maluca. Todas essas características são mais valorizadas em Itália onde os derbys e os clássicos regionais são encarados como jogos de vida ou morte, como re-encenações de eventos como o Pálio ou o Calcio Stórico ou das batalhas medievais travadas entre cidades-estado. No programa de antevisão que a Serie A faz às jornadas (passa na Sporttv todas as sextas feiras) vi Giuseppe Sculli afirmar que em Genoa “ninguém nos dois lados quer perder esta partida” e que a mesma é mais importante que uma descida de divisão no final da época.

Ontem, o Communale Luigi Ferrari vestiu-se de azul e branco e azul e grená. Pouco importou a medíocre temporada que as equipas estão a realizar na Série A (com a vitória a Sampdória ficou a dois pontos da 12ª posição, ocupada pelo Genoa). Maxi López decidiu na primeira parte um derby duríssimo, disputadíssimo, batalhado até ao último segundo, como o estatuto exigia. O Genoa carregou bem na 2ª parte. De nada valeu. Os Blucerchiati levaram os 3 pontos para casa.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s