Um Contra o Outro! #1

Deverá Elias ser integrado na equipa principal do Sporting Clube de Portugal?

João Branco: Não.
O elias foi um dos jogadores menos profissionais que vi no Sporting, algo contrariamente proporcional ao salário que auferiu. Pediu para ser emprestado, ameaçou meter o sporting na FIFA, ameaçou sair a custo zero, não quis ser vendido aos chineses, afirmou e mandou o pai afirmar que não queria ficar…readmiti-lo porquê?

A solução para o Elias é a seguinte: ou vender bem vendido ou ficará a cumprir o resto do contrato dele à parte; Para ele perceber que custou demasiado para o que rendeu e o que é ser leal a um clube. Para ele aprender que ser profissional de futebol também é sacrificio e não só um privilégio. Para dar exemplo aos mais novos que, a partir de hoje naquele clube, quem quiser ser jogador tem que ser homem também.

O Elias até podia ser o Messi, o Kranjcar ou o Djaniny. Os clubes vitoriosos são construídos a partir do trabalho e não da chantagem.

João Borba: Sim.
Quando eu digo que sim, é um “sim, talvez”. Mas vamos por partes.

O Elias é um jogador de indiscutível qualidade. É um médio bastante completo, que pode actuar em qualquer zona do meio-campo por saber fazer de tudo um pouco, e bem. Oferece intensidade, pulmão e verticalidade, além de uma boa meia-distância.

O Elias, a ser integrado, seria um excelente upgrade na qualidade global da equipa do Sporting. Passaríamos a ter, para o meio-campo: William Carvalho, Adrien, Vítor, André Martins, Elias e possivelmente Shikabala (que pode também fazer de 10). O Elias poderia ser um substituto mais vertical do André Martins quando fosse preciso um homem extra na área, ou do Adrien quando fosse um box-to-box mais puro na zona ao invés de um construtor de jogo recuado (Adrien/Vítor). É também, o único médio do lote que referi com capacidade para assumir a posição do William Carvalho desde a saída do Rinaudo, embora com um possível grande decréscimo de qualidade e mudança de funções.

No entanto, aqui chega o meu “talvez”, repleto de “se’s”: até que ponto integrar Elias seria benéfico para a equipa? Será que iria destabilizar o grupo, como sempre o fez desde que chegou ao Sporting? Grupo esse, que tem feito da palavra “equipa” a sua principal arma?

Se o Elias estivesse pronto a dar o seu contributo à equipa, não tenho dúvidas que o Sporting de amanhã seria uma melhor equipa em termos de soluções e qualidade individual do que ontem. Teríamos um médio com mais soluções e capacidade de improvisação seja qual for a sua função.

Se acho que ele está? Não. Portanto, tem de ser vendido. Aproveitar que o mercado de transferências no Brasil só fecha em Março. Mas ainda acredito num “se” que seja benéfico para ambas as partes. E mesmo apesar de tudo o que fez e das faltas de respeito para com o Sporting.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s