o que ando a ver #28

cirillo

Campeonato da Europa de Futsal – Bélgica – 1ª jornada – Russia vs Holanda.

No jogo inaugural da competição, a contar para o grupo de Portugal (a selecção portuguesa só faz o seu primeiro jogo na competição na quinta-feira frente à Holanda; são grupos de 3 onde passam as duas primeiras) pode-se dizer que a Rússia carimbou praticamente o apuramento para a 2ª fase ao vencer a Holanda por 7-0.

Os Holandeses entraram bem na partida e logo nos primeiros segundos dispuseram de um livre à entrada da área para poder inaugurar o marcador. A aplicar uma defesa alta quando os Russos tinham a posse de bola, percebeu-se desde o início da partida que o seleccionador Holandês poderia estar a cometer suicídio frente à vice-campeã europeia, equipa que para além de um grande colectivo tem em alguns jogadores como os brasileiros naturalizados Robinho, Pula, Eder Lima, Gustavo e Cirillo ou em Lyskov grandes talentos individuais. O colectivo aliado à frieza na hora de finalizar as jogadas que iam sendo construídas foi o facto determinante que permitiu aos russos cavarem uma diferença de 4-0 na primeira parte com 2 golos de Cirillo, Eder Lima e Sergeev. Os dois golos do jogador do Dinamo de Moscovo seriam os momentos altos da primeira parte: o primeiro numa brilhante jogada em que Cirillo recebeu a bola, rodou e ao rodar para o centro do terreno tirou dois holandeses do caminho antes de atirar de forma triunfal para o fundo das redes da baliza holandesa e outro na cobrança de um livre directo à entrada da área.

Na 2ª parte, a Holanda, selecção que teve muitas dificuldades em ter bola e construir situações de finalização, acabaria por limpar a imagem deixada na primeira parte com um golo de consolação, apesar dos 3 marcados pela russia. A diferença entre os melhores da modalidade e os medíocres viu-se a olhos: El Allouchi, o holandês que mais se fez notar na partida teve várias oportunidades para marcar mais golos para a Holanda mas não soube aproveitar, fruto do deslumbramente que os lances (2 deles onde esteve na cara de Gustavo) decerto deverão ter provocado. Do outro lado, os russos facilmente chegavam a situações claras de finalização. É uma equipa que joga com processos bastante simples, bastante cínica (com 2\3 toques consegue construir uma oportunidade de golo) e, pelo que pude depreender, uma selecção que trabalha muito bem as reposições de bola quase sempre para criar situações de remate à baliza. O Portugal vs Rússia vai ser um jogo bastante interessante para perceber o nível actual de competitividade das duas selecções.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s