Benfica 2 x FC Porto 0 (Crónica)

O Benfica sagrou-se campeão de Inverno da Liga Portuguesa 13/14 após uma vitória sobre o FC Porto por 2-0, num jogo que fica marcado por ter sido “o” jogo de homenagem a Eusébio, recentemente falecido.

“Jota Jota” optou por entrar em 4-4-2, enquanto se esperava um 4-3-3 (até pelo bluff de Paulo Fonseca). Paulo Fonseca manteve o seu modelo de jogo usual, um 4-2-3-1 compacto e pouco flexível. Ambos mantiveram-se fiéis às suas origens. Numa análise preliminar, dir-se-ia que que Paulo Fonseca poderia ganhar o controlo do meio – campo contra uma linha de pressão preenchida apenas por Enzo e Matic. Mas não foi isso que se verificou.

O jogo começou com uma entrada forte do Benfica, mesmo apesar do FC Porto ter tido uma bela oportunidade para se colocar em vantagem, mesmo apesar de Jackson Martinez estar adiantado no momento do cruzamento de Carlos Eduardo. Talvez inspirados por Eusébio, o Benfica não baixou a guarda nem se amedrontou (como costuma ser normal nos jogos contra o FC Porto), e Markovic provou porque razão ter de ser pressionado a partir do momento que pega na bola, com duas linhas de pressão. Correu sem ninguém o parar, e passou para Rodrigo efetuar um excelente remate cruzado, sem hipóteses para Helton. Estava feito o 1-0. Até ao final da primeira parte, o Benfica abdicou um pouco do sector atacante, mas sempre a defender bem e suportados por um Matic em alta rotação. Só nos minutos finais da primeira parte o FC Porto conseguiu domínio territorial e viu Jackson Martinez falhar com a baliza escancarada. Está completamente fora de forma o craque colombiano.

A segunda parte mostrou um Benfica a entrar com a mesma força da primeira parte, e podem-se queixar de um penalty por assinalar a favor, por mão de Mangala. Grande erro de Artur Soares Dias. Mas na sequência, Garay fez o Estádio da Luz ebulir com o cabeceamento para o 2-0. A organização defensiva do FC Porto no lance deve ser vista e revista. Que desorganização!

Até ao final, o Benfica soube controlar as operações, até ao ponto da vitória parecer inevitável. Parecia estar escrito nas estrelas, em homenagem ao King. O FC Porto tentou, mas foi uma equipa sem capacidade de superar a organização e segurança defensiva deste Benfica. O desespero do FC Porto levou a Jackson Martinez empurrar Maxi Pereira e Danilo a simular um penalty na tentativa de enganar Artur Soares Dias. Mas este não foi na cantiga e deu o segundo amarelo ao Brasileiro, e consequente expulsão. Perto do final, poderia ter ficado 3-0, mas talvez fosse exagerado para as oportunidades criadas pelo Benfica. No entanto, o resultado não merece qualquer discussão. Vitória justíssima de um Benfica que esteve razoavelmente bem contra um FC Porto, uma vez mais, péssimo.

O Benfica não fez um jogo brilhante em termos exibicionais e com nota artística, mas fez um jogo cheio de alma e manteve-se sempre organizado. A chave esteve no meio-campo, que ditou a lei da partida. Matic e Enzo foram os melhores em campo, este último excelente em todos os processos efensivos e ofensivos. Está feito um médio-centro de mão cheia! Oblak transmite outra segurança na baliza em relação a Artur (que encostou de vez, ao que parece) e Garay este intransponível. Uma nota positiva para Rodrigo pelo golo e para Markovic, que fez o jogo mais consistente desde que está no Benfica. Será um jogador de grandes jogos? Por fim, deixo o elogio para Jorge Jesus. Quando muitos colocavam dúvidas na sua permanência, e mesmo apesar de todos os insucessos, o Benfica está no primeira lugar no final da primeira volta, mesmo apesar de não estar a jogar o melhor futebol ou de ter tido momentos de alguma sorte desde o início do campeonato. Foi inteligente na abordagem ao jogo, viu que a chave estava em ganhar o meio-campo e foi isso que fez.

Quanto ao FC Porto, é deveras surpreendente ver o estado a que chegou o Campeão Nacional, ao ponto de me perguntar como é que o FC Porto tem apenas menos 3 pontos que o Benfica e menos 1 ponto que o Sporting. Mais uma vez, e tal como em Alvalade, Paulo Fonseca entrou à clube “pequeno”, e jogou primeiro para não perder, e depois para tentar ganhar por obra do Espírito Santo. Infelizmente, Paulo Fonseca não contou com um super GR desta vez. O Benfica, tal como o Sporting, soube aproveitar o facto do meio-campo do FC Porto ser excessivamente estático através de linha de pressão bastante eficazes, o que permitia uma recuperação de bola uns metros à frente, e um consequente aumento da percentagem de posse de bola. Comparativamente com a era Vítor Pereira, era impensável acreditar que o Benfica seria capaz de ter mais posse de bola do que o FC Porto (51% contra 49%). Este FC Porto não é aquele FC Porto dos últimos 10 anos, cuja identidade vincada obrigava grande parte das equipas a subjugarem-se ao seu modelo de jogo, e não o contrário. O FC Porto, se quer ser campeão, não pode jogar assim. Muita coisa terá que mudar no reino do Dragão, e uma chicotada psicológica não seria descabida, em minha opinião.

É também incompreensível como certos jogadores têm lugar nesta equipa, como por exemplo Licá. Mais uma péssima exibição do avançado interior, embora grande parte do seu sub-rendimento seja relacionado com o modelo de jogo de Paulo Fonseca. Licá é um jogador de transições e de jogar no espaço à procura das diagonais e não de apoios frontais ao portador da bola e de fintas curtas. Otamendi também esteve péssimo, e cada vez mais acho que Maicon – Mangala é a melhor dupla de centrais do FC Porto. Esteve péssimo no capítulo do passe, principalmente na primeira parte. Contudo, Mangala também não esteve bem, e parece ceder em jogos importantes. Já não é a primeira vez. Apenas um jogador do FC Porto esteve ao seu nível: Fernando. A seleção está à espera dele, seria um excelente “reforço” para o Mundial 2014.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s