NBA 2013\2014 #29

Sem muito tempo para ver jogos, ficam alguns dos curiosos acontecimentos desta semana:

Luol Deng

1. Em Chicago terminou a “novela Luol Deng” – notícia da semana: o extremo foi trocado com os Cleveland Cavaliers.

Depois de exigir a Chicago um pacote salarial igual ou superior a 54 milhões de dólares por 4 anos (o valor de mercado estimado pelo jogador e pelo seu agente) e do General Manager Gar Forman ter feito duas propostas, uma com um pacote salarial de 30 milhões a 3 anos e outra de 40 a 4 anos que Deng rejeitou) Chicago não teve outra solução (para evitar o pagamento de luxury tax este ano\para limpar cap space do seu plantel\para evitar pagar uma penalização extra por ter utilizado 3 vezes a taxa de luxo em 5 épocas em virtude da utilização desta nesta e na próxima época\para poder ultrapassar a luxury tax na próxima época) senão trocar o seu melhor jogador (na ausência de Rose) por Andrew Bynum dos Cleveland Cavaliers e uma série de picks nos próximos drafts cujos detalhes específicos são:

– 1st round pick dos Sacramento Kings protegida (Top12 em 2014, Top10 em 2015, 2016 e 2017). Pick esta que se não der até 2017, passa, nesse ano, a 2nd round pick, desde que não seja entre a 55ª e a 60ª escolha.
– Direito de trocar a 1st round pick com os Cavs em 2015, desde que os Cleveland vão aos playoffs nesse ano (Top14 protected right).
– 2nd round pick dos Blazers em 2015
– 2nd round pick dos blazers em 2016

O sudanês com passaporte britânico abandona a equipa de Chicago 9 anos e meio depois de ter chegado à wind City em 2004 como 7ªa escolha do draft desse ano, escolha realizadae cedida pelos Phoenix Suns aos Chicago Bulls.

Cleveland Cavaliers v Washington Wizards

Sem grande vontade no Cavs, suspenso pela equipa por tempo indeterminado, com uma cláusula no contrato que permitia aos Cavs dispensar metade do seu salário deste ano caso trocassem ou dispensassem o jogador até dia 7 de Janeiro, Andrew Bynum foi a moeda de troca para a equipa do estado do Ohio adquirir Deng e assim continuar na prossecução do seu objectivo para esta época: um lugar nos playoffs.

Chicago decidiu dispensar Andrew Bynum hoje. Com a dispensa de Bynum, Chicago poupou 6 milhões de dólares, conseguindo assim baixar o tecto salarial para 71,07 milhões, abaixo do tecto salarial máximo de 71,7 milhões de dólares. Chicago evitou assim o pagamento de luxury tax esta época assim como o pagamento de uma penalização no próximo ano caso ultrapasse o tecto salarial da Liga. Contudo, com apenas 12 jogadores na Liga (a Liga obriga a que as equipas tenham 13 de mínimo) restando um cap de cerca de 630 mil dólares, os Bulls terão que acrescentar mais um jogado nos próximos dias, sendo de espectar que contratem um veterano (sem clube) ou um DLeaguer por um valor igual ou superior a esse valor.

O que é significa na prática esta troca?

1. A contratação de Luol Deng por parte dos Cavs insere-se na estratégia de playoffs definida pela equipa no início da época.

2. Para os Bulls, a troca de Deng, indiferentemente das picks (cheias de restrições e especificidades que dependem de resultados dos clubes doadores nos próximos anos) significou uma poupança salarial significativa que permitirá à equipa evitar impostos e assim preparar o seu rebuild com maior facilidade para os próximos anos. Sem grandes expectativas para esta época desde a lesão de Derrick Rose e com alguns dossiers que terão de merecer a máxima atenção na próxima época (entre os quais o salário de Nikola Mirotic, poste baixo MVP da liga Espanhola do Real Madrid que virá para Chicago receber perto de 8 milhões de dólares) os Bulls começaram a preparar o futuro. Como é mais ou menos certo que Carlos Boozer vai ser amnistiado e Kirk Hinrich não deverá renovar contrato (tornar-se-ão free agents no verão) os Bulls vão iniciar a próxima época com um cap de 45,725 milhões ( 8 jogadores) aos quais se acrescentam 8 milhões de Mirotic e um valor ainda não estimado por uma escolha de draft. Como o tecto salarial estimado para o ano é inferior ao deste ano (cerca de 62 milhões de euros), os Bulls deverão ter 7 milhões disponíveis para atacar jogadores na free-agency no imediato, podendo aumentar esse valor caso ainda consigam realizar mais trocas até ao fim do período designado pela liga para tal no final de Fevereiro. Já se comentou na liga que os Bulls ainda poderão trocar mais jogadores até ao fim do ano. Kirk Hinrich, apesar de terminar contrato este ano com a equipa poderá ser um deles, sendo que uma possível troca do veterano só será feita para efeitos desportivos (alguém que acrescente valor futuro à equipa). Especula-se já numa troca com Golden State a realizar nos próximos dias.

Quanto às picks cedidas, alguma coisa daí virá.

3. Ainda sobre Chicago.

Durante os últimos dias, várias notícias foram publicadas sobre a situação dos Bulls e as expectativas que se devem e deverão gerar para o presente da equipa nesta temporada e para o futuro. Houve quem afirmasse que a equipa vai fazer tanking até ao final do ano, ou seja, perder jogos para cair o mais fundo possível na classificação para conseguir, na lottery dos lugares do próximo draft uma 1st pick alta (primeiros 8). Tom Thibodeau também não terá ficado satisfeito ao perder o seu melhor jogador disponível. O técnico afirmou que compreende a estratégia (financeira) da direcção (Gar Forman e John Paxson) mas apontou algumas críticas à troca na sua óptica de rendimento desportivo da equipa. O que quer dizer que o treinador de Chicago ainda pretende fazer qualquer coisa desta época.

No primeiro jogo sem Deng, os Bulls venceram os Suns.

4. Nova Iorque

Momento alto da época dos Knicks:

No jogo contra Dallas, o maluco beleza JR Smith entrou para fazer das suas ao desatar os atacadores do adversário Shaun Marion. Embora não me pareça maldoso, o acto destraiu Marion no ressalto! Quem não teve a mesma opinião foram os comissários da Liga, tendo multado pela segunda vez o shooting guard dos Knicks esta época. Se na primeira multa, Smith foi castigado em 25 mil dólares por ter escrito palavras pouco simpáticas no twitter de Brandon Jennings (Detroit Pistons) nesta situação, a Liga resolveu ter uma mão mais pesada sobre o jogador: 50 mil euros de multa.

Como as exibições dos Knicks andam um pouco descoloridas, a animação é feita nas bancadas. A actriz Michelle Rodriguez, actriz que participou em filmes como Fast and Furious, Avatar, S.W.A.T e na Série Lost, bissexual assumida, foi apanhada visivelmente embriagada nas primeiras filas do Madison Square Garden a beijar uma modelo de nome Cara Delevingne.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s