NBA 2012\2013 #14

1. Da madrugada de ontem:

Mais uma para os Knicks. É de borla e já não doi nada. Courtney Lee saiu do banco para fazer um season-high de 18 pontos e fazer o jogo pender para o lado de Boston.

Do outro lado do Rio Hudson o cenário também não é famoso mas esta semana, os Nets já conseguiram melhor tanto os seus resultados como as suas exibições depois do regresso do lesionado Deron Williams. Tanto que o seu score já saltou para 8-15. Os Nets perderam no Palace of Auburn Hill contra os Pistons por 4 num jogo muito equilibrado até ao fim.

Grande exibição dos postes de Detroit. André Drummond continua a pontuar como a revelação do ano (22 pontos e 13 ressaltos) e Greg Munroe (a jogar a 4) fez 22 e 11 ressaltos. Do banco saltaram muito bem Rodney Stuckey (17 pontos) e Kyle Singler (16). Primeiro jogo dos Nets esta época com uma excelente contribuição do banco: Andray Blatche (20 pontos\12 ressaltos) Paul Pierce (12 pontos) e Mirza Teletovic (17 pontos) – Deron Williams fez 22 pontos e 9 assistências.

(o tipo estava a dormir ou é impressão minha?)

Os Thunder aplicaram o seu habitual cabaz anual aos Lakers. Na época passada em Los Angeles, o cabaz motivou a saída do first liner Jack Nicholson do pavilhão a meio da partida. Kevin Durant e Russel Westbrook fizeram as honras dos forasteiros.

A instabilidade continua em Los Angeles. Mesmo com o regresso de Kobe, regresso que ainda não trouxe resultados visíveis, continua o fogo cruzado entre jogadores e treinadores. Desta vez, o celeuma é entre Pau Gasol e Mike D´Antoni. O poste (afirma-se pela enésima vez que o espanhol está de saída de Los Angeles) afirma que o seu treinador não sabe aproveitar as suas potencialidades e que os seus movimentos não lhe permitem receber a bola nos spots onde é mais efectivo. E tem toda a razão. Não é de agora, é de há 1 ano a esta parte. Gasol está a receber maior parte das bolas perto da linha de 3 pts quando as deveria receber perto da linha de lance livre centrado ao cesto. O treinador enviou uma mensagem para Gasol que se extende a toda a equipa, pedindo que os jogadores se concentrem mais em jogar com mais intensidade do que se preocuparem com outros assuntos. Contudo, o Yahoo Sports afirma que jogador e treinador estão de costas voltadas.

Houston e Golden State podem  não vencer nada esta época mas são para mim, em conjunto com Portland e Indiana, as equipas que dão mais espectáculo na Liga.

2. Classificação actual:

Conferencia Este Conferência Oeste

3. Momentos fantásticos desta semana:

A louca exibição de LaMarcus Aldrigde na vitória frente aos Rockets por 111-104. 31 pontos e 25 ressaltos. Aldridge está a fazer a sua melhor época de sempre na NBA e tal feito catapultou os Blazers para o primeiro lugar do Oeste, resultado que para mim não é surpreendente pois na época passada já acreditava que Terry Stotts conseguiria moldar uma equipa vencedora mais tarde ou mais cedo. Cai tudo de todo o lado a Aldridge.

Adenda pessoal: o que ficaram a perder os meus Bulls com a maldita troca que fizeram há uns anos no draft quando enviaram este para Portland e trouxeram o fracasso Tyrus Thomas.

Qual das 10 a melhor. Pessoalmente aponto como o melhor momento o passe de Joakim Noah para o airball de Taj Gibson. Passe que não é usual para um base se bem que Noah já teve diversos momentos em que tentou mascarar-se de base e acabou a fazer asneiras.

Mais um matchpoint para Stephen Curry. Este trocou as voltas a Shawn Marion e o base da equipa de Oakland ainda teve o condão (ao ir festejar com os elementos do banco a 2s do fim; provavelmente pensou que Dallas ia pedir um timeout após o lance) de colocar os jogadores de Dallas a meter a bola rapidamente em jogo (em vez de pedir o timeout) e falhar o último lançamento.

A generosidade de Zach Randolph (Memphis Grizzlies) com uma criança portadora de trissomia 21!

Curiosidade: Giannis Antetokoupo tem nos dias que correm o nome mais difícil de pronunciar da liga e quiçá uma das proveniências mais estranhas da liga (é filho de uma grega e de um nigeriano; por mais estranho que pareça viveu na Grécia e em Espanha até Maio deste ano com passaporte grego). Aqui faz um espantoso dunk após passe de Nick Wolters.

Uncle Drew Kyrie Irving voltou a fazer das suas ao trocar as voltas ao velhinho Prigioni no jogo contra os Knicks, jogo que de resto dominou do princípio ao fim. Irving também permaneceu nas paragonas da liga depois de ter sido actor num episódio caricato na Quicken Loans Arena: um jovem adolescente entrou no rectângulo de jogo com uma camisola onde se lia “Kyrie Don´t leave” – cena muito mas muito engraçada visto que o jovem entrou a meio da partida e exibiu a camisola para o base dos Cavaliers.

4. Notícias, artigos e rumores:

1- Com 4 picks disponíveis no próximo draft (duas na primeira ronda passíveis de serem nas primeiras posições do draft) os Suns querem começar a trabalhar o seu rebuild já este ano com a possível troca de picks.

2. Brook Lopez lesionou-se. A onda de lesões nos Nets não tem fim. – Ja o seu irmão Robin está a jogar muito em Portland.

4. Excelente artigo no Bleacher Report – Josh Martin foi saber o que é que as equipas mais ricas da NBA pensam e planeiam para o futuro.  – Nota pessoal: a equipa mais rica é os Chicago Bulls. Este artigo só peca pela inexistência de uma parte dedicada aos Bulls, ainda para mais numa altura em que não se sabe concretamente qual vai ser a estratégia da equipa para os próximos anos.

5. O mesmo Bleacher Report especula sobre a possibilidade de vir a acontecer uma troca entre Carmelo Anthony e Blake Griffin.

6. O celeuma D´Antoni\Gasol.

7. O rebuild de Toronto – a saída de Gay (este afirma que não foi por dinheiro) a saída mais que certa de Lowry (esta semana falou-se de uma possível troca com os Knicks Felton por Lowry; o presidente de Toronto Masai Ujiri já deixou claro que o base não está nos planos de Toronto que, com estas trocas, pretende poupar cap e irá construir um rebuild com epicentro no futuro Canadian wannabe Andrew Wiggins) e um artigo sobre o dito rebuild. Para além de mais, os Raptors já anunciaram que vão limpar o cap da equipa para poderem construir uma equipa capaz em 2015.

Amanhã análise a Portland e New Orleans Pelicans.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s