NBA 2013\2014 #3

1. Os Jazz deixaram de ser o saco de pancada da Liga e conseguiram ontem a primeira vitória na competição. Al Jefferson
é que foi fino. Para não levar tantas doses, mudou-se para Charlotte. Tem uma maior possibilidade de ganhar mais 3 ou 4 que jogos do que teria em Utah.

2. Os Nets estão em desespero após um 2-5 inicial. Noutras andanças já se diz à boca pequena que a saída de Jason Kidd poderá dar-se nos próximos jogos. Penso que o problema não é Jason Kidd. No mundo do desporto é normal ver grandes jogadores ou atletas fracassarem enquanto treinadores e, jogadores que não foram profissionais ou tiveram carreiras medíocres conseguirem carreiras vitoriosas enquanto treinadores. Não concordo com o argumento que muitos defendem ao considerar a passagem de Kidd de jogador a treinador principal um acto demasiado rápido. Não concordo porque quem acompanhou Kidd sabe perfeitamente que este, enquanto jogador, foi o braço direito de muitos treinadores no campo e desempenhou durante muitas décadas o papel de líder absoluto das equipas por onde passou. Creio portanto que as últimas épocas serviram para Kidd fazer suavemente a transição de papéis. Assim sendo, não tenho dúvidas que se tornará um bom treinador. O grande problema dos Nets é o problema existente em muitas equipas da liga: o dinheiro não traz felicidade. Pensei que a chegada de Garnett e Pierce trouxessem um maior senso de colectivo à equipa. Enganei-me. Quando a equipa está a ganhar disfarça uma das suas realidades: a inexistência de um jogo colectivo firme. Aquilo a que os americanos chamam de “chemistry” Quando a equipa está a perder, é cada um por si. Deron Williams perde a sua capacidade de decisão, Garnett começa a lançar à toa, Joe Johnson idem. É nisso que Kidd terá que trabalhar para conseguir levar os Nets ao patamar desejado.

3. Minnesota. Ricky Rubio. Um show. É pena que os Wolves não tenham capacidades para manter esta equipa. Há ali gente com muito talento que rapidamente se irá aperceber que ali jamais irão vencer o quer que seja. Rubio, Love e Pekovic são os 3 casos mais veementes numa equipa que tem procurado construir soluções que lhe permitam alcançar os playoffs. Contudo, os postes da equipa já tem rendimentos muito aceitáveis no seio da equipa.

Contudo, o caso de Kevin Love faz-me lembrar o caso Garnett. Na NBA, o dinheiro não é tudo.

4. De Detroit. Há alguns dias atrás vi um jogo de Detroit em que apareceram duas campanhas curiosas. Com a cidade mergulhada num medonho processo de insolvência colectiva, num estado com cerca de 3 milhões de desempregados e com um exodo de pessoas para outros estados americanos estimado nos 2 milhões de pessoas nos últimos 3 anos, os Pistons tem sofrido com a falta de público no Palace of Auburn Hills. O franchising foi o que mais perdeu na liga nas últimas épocas, financeiramente falando. Apenas conseguiram um lucro de 27 milhões de dólares nas últimas 5 temporadas, sendo que a partir de 2009 estão a acumular prejuízos. Recordo que Detroit foi um dos franchisings que mais se opôs às pretensões dos jogadores durante a questão dos contratos colectivos que levou ao lock-out no início da temporada 11\12, fruto da falta de capacidade do franchising para continuar a cumprir a regra que obrigava até então o pagamento de 57,5% dos lucros da equipa aos seus jogadores. Voltando ao jogo. Como o Palace of Auburn Hills tem a 3ª pior média de espectadores da NBA (apenas superado pelo clássicos problemas de New Orleans e Charlotte) os Pistons tem campanhas em certos day events que se podem catalogar de “NBA for free” – nesse jogo, apregoaram 2 packs interessantes: o primeiro que garantia a 4 pessoas bilhete para o jogo, 1 pizza grande e 4 refrigerantes grandes por 46 dólares e outro que garantia a grupos de 8 bilhetes por 64 dólares.

5.

nets

16 de Janeiro – O2 Arena, London – Nets vs Hawks (temporada regular) – Aqui não existem borlas! Os bilhetes vão das 40 libras às 250 libras.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s